O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo

R$ 86,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo, do congolês Bunseki Fu-Kiau, um dos mais importantes acadêmicos e pesquisadores da cultura africana, condensa os princípios da cosmologia dos Bantu-Kongo, grupo étnico situado nas margens do Oceano Atlântico na África Ocidental. Com o amparo de figuras e diagramas, Fu-Kiau apresenta os ensinamentos, princípios, provérbios e a concepção de mundo que constituem esse sistema de pensamento, que tem a coletividade, a comunidade e a ancestralidade como características fundamentais.

Com tradução do músico e professor da Universidade Federal da Bahia Tiganá Santana, o primeiro livro de Fu-Kiau publicado em português oferece ao leitor brasileiro acesso a uma tradição de grande influência na formação do país, que evidencia o entrecruzamento de perspectivas transatlânticas, uma vez que grande parte dos escravizados que chegaram ao Brasil vinha do que hoje conhecemos como Angola, cujos habitantes pertenciam ao tronco linguístico bantu.

O livro inclui uma entrevista conduzida pelo tradutor com a educadora Makota Valdina, a primeira pessoa a verter escritos de Fu-Kiau para o português e textos de capa assinados por Leda Maria Martins e wanderson flor do nascimento, que enriquecem ainda mais a edição. O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo é uma fonte valiosa de conhecimento sobre a sabedoria e filosofia africana e um combustível para novas formas de pensamento e abordagens para o presente e o futuro.

Sobre o autor
Kimbwandende Kia Bunseki Fu-Kiau foi um dos mais eminentes e perspicazes estudiosos da cultura africana. Nasceu em 1934 em Manianga, no antigo Zaire, atual República Democrática do Congo, e foi educado tanto no sistema de pensamento africano quanto no ocidental. Foi educado em três grandes instituições educacionais bantu-kongo: Khimba, Kimpasi e Lèmba. No final dos anos 1950, Fu-Kiau cursou a universidade e também lecionou em Kinshasa, na República Democrática do Congo. Em 1963, fundou o Instituto Luyalungunu Lwa Kumba-Nsi, um centro educacional pioneiro dedicado a pesquisar e documentar a cultura tradicional Kongo, que influenciou grandes estudiosos ocidentais, como Dr. Robert Farris Thompson, Dr. John M. Janzen e Dr. Wyatt MacGaffey. Fu-Kiau lecionou por muitos anos nos Estados Unidos, onde também continuou seus estudos e ensinou a norte-americanos e, particularmente, afro-americanos, a complexidade e a profundidade da filosofia africana por meio de várias palestras e apresentações. Foi Ph.D. em Desenvolvimento Comunitário, Master of Science em Biblioteconomia, Master of Education em Administração e Bachelor of Arts em Antropologia Cultural. Publicou inúmeros livros e artigos, como Kongo Cosmology [Cosmologia kongo]; Kumina: A Kongo-based Tradition in the New World [Uma tradição kongo baseada no Novo Mundo], entre outros.

Sobre o tradutor
Tiganá Santana é compositor, cantor, instrumentista, poeta, produtor musical, diretor artístico, curador, pesquisador, professor e tradutor. Multiartista, foi o primeiro compositor brasileiro a apresentar um álbum com a presença de canções em línguas africanas. É doutor em Letras (Programa de Estudos da Tradução) pela Universidade de São Paulo onde apresentou a tese A cosmologia africana dos bantu-kongo por Bunseki Fu-Kiau: tradução negra, reflexões e diálogos a partir do Brasil, que recebeu o Prêmio Antônio Cândido de melhor tese pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL). Desde 2020, é professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde se graduou em Filosofia, e é professor do Programa de Pós-Graduação Multidisciplinar em Culturas e Identidades Brasileiras da Universidade de São Paulo (USP) pelo Instituto de Estudos Brasileiros (IEB). Foi curador da exposição Ocupação Dona Ivone Lara (Instituto Itaú Cultural, São Paulo, 2015), realizador da instalação imersiva Perder a imagem (Instituto Itaú Cultural, São Paulo, 2022-2023), participou da 35ª Bienal de São Paulo com a instalação Floresta de infinitos, com Ayrson Heráclito, expôs uma instalação sonora em homenagem ao Ilê Aiyê, com a obra Ilês, Aiyês, Carnavais e Ancestrais para o Festival Novas Frequências (espaço Futuros – Arte e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2023), concebeu e apresentou as paisagens sonoras Um defeito de cor I e Um defeito de cor II para a exposição coletiva Um Defeito de Cor (Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, 2023) e Reino das invenções para a exposição coletiva Invenção dos Reinos (Oficina Brennand, Recife, 2023). Santana é considerado por distintas comunidades acadêmicas uma das principais referências para os estudos africanos bantu no Brasil e, pela revista inglesa Songlines, como um dos 10 principais músicos brasileiros da atualidade.

Ficha Técnica
Autor Kimbwandende Kia Bunseki Fu-Kiau
Idioma Português
Tradutor Tiganá Santana
Número de páginas 208
Editora Cobogó
ISBN 978-65-5691-146-5
Capa Thiago Lacaz
Encadernação Brochura
Formato 14 x 21 cm
Ano de publicação 2024

O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo
O livro africano sem título — Cosmologia dos Bantu-Kongo | The African Book without a title —Cosmologies of the Bantu-Kongo

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Qual seu gênero?

Áreas de Interesse:

Quais:

Editora Cobogó usa cookies para personalizar a comunicação e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.