Punhos

R$ 38,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

Punhos é uma história de amor tóxica dividida em cinco movimentos: Oeste, Norte, Sul, Pontos, Leste. Do primeiro encontro até a ruptura com ELE – um homem mais ou menos imaginado, mais ou menos próximo, mais ou menos perigoso –, vemos uma mulher desorientada, em estado de choque, que procura encontrar um sentido para o que viveu. O texto de Pauline Peyrade, traduzido por Grace Passô, nos conduz ao coração da memória traumática, tratando a violência de gênero de maneira ao mesmo tempo corajosa e insólita.

Sobre a autora
Pauline Peyrade é dramaturga, formada pela Royal Academy of Dramatic Art (RADA – Londres) e pela École Nationale Supérieure des Arts et Techniques du Théâtre (ENSATT – Lyon), onde leciona escrita dramática. É autora de Ctrl-X, peça dirigida por Cyril Teste em 2016, e Bois impériaux, montada na Comédie de Genève pelo Collectif Das Plateau, em 2018. Poings, favorita dos comitês de leitura do Théâtre National de Strasbourg e da Comédie-Française, ganhou sua primeira leitura durante o festival La Mousson d’été, em 2017, e foi montada em 2018, no centro de artes dramáticas Le Préau pela #Cie, fundada pela autora e Justine Berthillot. Peyrade é escritora associada ao Théâtre des Ilets-CDN de Montlucon, ao Théâtre POCHE/GVE e ao Scènes Nationales du Jura.

Sobre a tradutora
Grace Passô é dramaturga, diretora e atriz. Estudou no Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado, em Belo Horizonte. Trabalha em parceria com artistas e companhias e em projetos autorais. Em 2004, fundou o grupo espanca!, no qual permaneceu por dez anos, e assinou a dramaturgia de Marcha para Zenturo (2010), Amores surdos (2006), Por Elise (2005) e Congresso Internacional do Medo (2008), tendo dirigido as duas últimas. Ainda escreveu e dirigiu Carne moída (2014), com formandos da Escola de Arte Dramática (EAD-USP), e Vaga carne (2016), em que também atua. Seus textos mais recentes são Mata teu pai (2017) e Preto (2018), este em coautoria com Marcio Abreu e Nadja Naira. Possui textos publicados em francês, espanhol, mandarim, inglês e polonês. Dentre os prêmios e indicações recebidos estão Prêmio Shell SP, Prêmio Shell RJ, APCA, Prêmio Questão de Crítica RJ e Prêmio Bravo!

Sobre a coleção
A Coleção Dramaturgia publica, desde 2012, textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. Os livros ajudam a construir a memória do teatro do nosso tempo, marcando um novo registro do cenário da dramaturgia contemporânea. Em 2015, a Cobogó lançou ainda a Coleção Dramaturgia Espanhola e em 2019 a Coleção Dramaturgia Francesa e a Coleção Dramaturgia para Crianças. Somam-se a esses títulos também a Coleção Dramaturgia Holandesa, lançada em 2022. São mais de 60 autores em quase 100 títulos publicados. A Coleção Dramaturgia Francesa é uma parceria da Cobogó com a Buenos Dias e o Núcleo dos Festivais Internacionais de Artes Cênicas do Brasil e tem idealização, direção artística e de produção de Márcia Dias.

Ficha Técnica
Coleção Coleção Dramaturgia Francesa
Autora Pauline Peyrade
Tradutora Grace Passô
Idioma Português
Páginas 96
ISBN 9788555911040
Capa Radiográfico
Encadernação Brochura
Formato 13 x 19 cm
Ano 2019

Punhos
Punhos
Punhos
Punhos
Punhos
Punhos

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: