Onde e quando nós morremos

R$ 36,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

É hora do jantar e o descendente de imigrantes Karim invade o apartamento de um casal de meia-idade em um ótimo bairro parisiense. Ao ser pego em flagrante e tentar escapar sem sucesso, ele se vê refém de Marie, Victor e seu avô, o general, um velho militar que não fala por ter perdido a laringe e que precisa ir ao banheiro com a ajuda do neto, sempre pronto a limpá-lo depois que faz suas necessidades. Rapidamente, Karim se converte em um centro de gravidade sobre o qual são depositados o racismo e a hipocrisia de uma classe média pequeno-burguesa politicamente correta e pronta a colapsar.

Sobre o autor
Riad Gahmi (1980) é ator e dramaturgo. Formou-se pela École de la Comédie de Saint-Étienne em 2006. Entre 2014 e 2016, tornou-se artista associado à Comédie de Saint-Étienne, com a qual produziu Gonzoo/Pornodrame. Esse texto foi vertido para o inglês por Katherine Mendelsohn, com o apoio da Chartreuse de Villeneuve lez Avignon – Centre National des Écritures de Spetacle e do Théâtre National Populaire de Villeurbanne. Em 2016, o autor escreveu Du sang aux lèvres, encenado por Mathias Moritz e pela companhia Dinoponera, da qual faz parte. No mesmo ano, lançou também Les trois singes por ocasião do projeto “Et maintenant?”, da Comédie de Saint-Étienne. Atualmente, Riad Gahmi trabalha paralelamente com o diretor Kheireddine Lardjam e com a dupla Yann Métivier e Thomas Gonzales. Desde 2015, é membro do coletivo Traverse, com quem escreveu a última peça do coletivo, Os’o. Onde e quando nós morremos foi selecionada para participar do Desvoix Festival, em San Francisco, tendo sido traduzida para o inglês e o russo.

Sobre o tradutor
O Grupo Carmin foi fundado pelas atrizes Quitéria Kelly e Titina Medeiros no ano de 2007, em Natal, Rio Grande do Norte, a partir da montagem da peça Pobres de Marré, escrita e dirigida por Henrique Fontes. Após bem-sucedida circulação do espetáculo, em 2010 o grupo iniciou sua pesquisa acerca do Teatro Documental e, em 2013, estreou sua primeira obra do gênero, Jacy, escrita por Pablo Capistrano, Iracema Macedo e Henrique Fontes e dirigida por este último. Daí em diante, o grupo consolida sua pesquisa em Teatro Documental e, em 2015, estreia Por que Paris? *, peça criada a partir da vida e obra de Marguerite Duras, escrita por Henrique Fontes, Pablo Capistrano e Ed Bailey e dirigida por Henrique Fontes. Em 2016, *Jacy foi selecionada para participar do Palco Giratório do SESC, circulando por 18 estados do Brasil. Em 2017 o grupo estreou A invenção do Nordeste, escrita por Henrique Fontes e Pablo Capistrano e dirigida por Quitéria Kelly. Desde então o Grupo Carmin é formado por Quitéria Kelly, Henrique Fontes, Pedro Fiuza, Pablo Capistrano, Daniel Torres, Mariana Hardi, Robson Medeiros e Mateus Cardoso.

Sobre a coleção
A Coleção Dramaturgia publica, desde 2012, textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. Os livros ajudam a construir a memória do teatro do nosso tempo, marcando um novo registro do cenário da dramaturgia contemporânea. Em 2015, a Cobogó lançou ainda a Coleção Dramaturgia Espanhola e em 2019 a Coleção Dramaturgia Francesa e a Coleção Dramaturgia para Crianças. São aproximadamente 70 autores em mais de 80 títulos lançados.

Ficha Técnica
Coleção Coleção Dramaturgia Francesa
Autor Riad Gahmi
Tradutor Grupo Carmin
Idioma Português
Páginas 100
ISBN 9788555910821
Capa Radiográfico
Encadernação Brochura
Formato 13 x 19 cm
Ano 2019

Onde e quando nós morremos
Onde e quando nós morremos
Onde e quando nós morremos
Onde e quando nós morremos
Onde e quando nós morremos
Onde e quando nós morremos

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: