O que pensam os curadores de artes cênicas

R$ 40,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

Em O que pensam os curadores de artes cênicas, a pesquisadora e crítica teatral Michelle Rolim conversa com 15 dos principais curadores da área sobre a função e a importância da curadoria na construção e no desenvolvimento das artes cênicas no Brasil. A partir dos anos 1990, vivemos a multiplicação de festivais no país, o que estimulou a discussão sobre o tema. No livro da Editora Cobogó, entrevistadora e entrevistados são instigados a pensar juntos sobre a figura do curador e como sua função se desenha no Brasil.

Esse livro é uma tentativa de compreender como o modelo de gestão e o modelo artístico dentro de um festival interagem, mostrando que o curador não atua de forma isolada. Ele se insere em um sistema de relações e de poder, e também em um contexto histórico, social, político, cultural e econômico.” – Michelle Rolim

Entrevistas com: Antônio Araújo (Tó) , João Carlos Couto Magalhães (Janjão), Márcia Dias, Marcelo Bones, Eid Ribeiro, Alexandre Vargas, Luciano Alabarse, Luiz Bertipaglia, Paulo Braz, Tania Brandão, Guilherme Reis, Felipe de Assis, Dane de Jade, Kil Abreu, Sidnei Cruz.

Sobre a autora
Michele Rolim nasceu em 1986, em Porto Alegre. É jornalista, pesquisadora e crítica teatral, com mestrado em artes cênicas pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS (2015). É repórter de cultura do Jornal do Comércio, em Porto Alegre, coeditora do site Agora Crítica Teatral e membro da Associação Internacional de Críticos de Teatro, filiada à Unesco. Também é uma das idealizadoras do site Cênicas. Vencedora do Prêmio Açorianos de Dança (2015), na categoria mídia, da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Porto Alegre (2014), e do Prêmio Ari de Jornalismo, categoria reportagem cultural, da Associação Rio-Grandense de Imprensa (2010, 2011, 2014).

Sobre a coleção
A Coleção Dramaturgia publica, desde 2012, textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. Os livros ajudam a construir a memória do teatro do nosso tempo, marcando um novo registro do cenário da dramaturgia contemporânea. Em 2015, a Cobogó lançou ainda a Coleção Dramaturgia Espanhola e em 2019 a Coleção Dramaturgia Francesa e a Coleção Dramaturgia para Crianças. São aproximadamente 70 autores em mais de 80 títulos lançados.

Ficha Técnica
Autora Michele Rolim
Idioma Português
Páginas 160
ISBN 9788555910333
Capa Paulo Caetano
Encadernação Brochura
Formato 13 x 19 cm
Ano 2017

O que pensam os curadores de artes cênicas
O que pensam os curadores de artes cênicas
O que pensam os curadores de artes cênicas
O que pensam os curadores de artes cênicas
O que pensam os curadores de artes cênicas
O que pensam os curadores de artes cênicas

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: