NN12

R$ 36,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

NN, expressão em latim que designa “nome desconhecido”, é a denominação dada à personagem principal da peça NN12, uma mulher cujo corpo foi encontrado junto a outros 11 em uma cova coletiva. A causa e as circunstâncias de sua morte são misteriosas e uma jovem médica-legista tem a missão de decifrá-las para dar sentido aos restos mortais de NN. O texto de Gracia Morales, traduzido para o português por Gilberto Gawronski, conduz o leitor pela investigação sobre a vida de NN e o envolve em uma trama densa e comovente que rendeu à dramaturga o Prêmio SGAE de Teatro, em 2008.

Sobre a autora
Gracia Morales (Motril, Espanha, 1973) é doutora em Filologia Hispânica pela Universidade de Granada, onde leciona Literatura Hispanoamericana e Espanhola. É cofundadora da companhia de teatro Remiendo Teatro, na qual trabalha como dramaturga, atriz e assistente de direção. Publicou 15 textos teatrais, alguns dos quais foram traduzidos para o francês, o português, o inglês e o italiano. A maior parte de suas peças foi montada na Espanha, na França, nos Estados Unidos e na América Latina. Sua produção dramática ganhou importantes prêmios, entre os quais se destacam o Prêmio SGAE de Teatro Infantil e Juvenil, em 2010, por De aventuras; o Prêmio SGAE de Teatro, em 2008, por NN12; o Prêmio Miguel Romero Esteo, em 2004, por Un lugar estratégico; o Prêmio Marqués de Bradomín, em 2000, por Quince peldaños; e o Prêmio Ciudad de Requena, em 2000, por Formulario quinientos veintidós.

Sobre o tradutor
Gilberto Gawronski (Porto Alegre, Brasil, 1962) é ator e diretor. Formou-se como ator na Casa das Artes de Laranjeiras – CAL. Entre as peças em que atuou e fez a direção estão Dama da noite (1988/98), Uma estória de borboletas (1990), Na solidão dos campos de algodão (1996), Medida por medida (2009), Dona Otília e outras histórias (2010), Ato de comunhão (2012) e 2 x matei (2014). Dirigiu e fez a cenografia de À beira do mar aberto (1995), Por uma vida um pouco menos ordinária (2008), As próximas horas serão definitivas (2011), Nem um dia se passa sem notícias suas (2012), Ana não está (2013) e Bom crioulo (2015). Dirigiu os textos teatrais Piquenique no front (1992), Meu destino é pecar (2002), Patinho feio (1994), Toda donzela tem um pai que é uma fera (1991) e Mulher desiludida (2005) e a ópera Erwartung (2005). Recebeu o Prêmio Mambembe, em 1989 e 1996; o Prêmio Sharp, em 1998; o Prêmio Qualidade Brasil, em 2005; o Prêmio APCA, em 2006; o Prêmio Shell, em 2008; entre outros.

Sobre a coleção
A Coleção Dramaturgia publica, desde 2012, textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. Os livros ajudam a construir a memória do teatro do nosso tempo, marcando um novo registro do cenário da dramaturgia contemporânea. Em 2015, a Cobogó lançou ainda a Coleção Dramaturgia Espanhola e em 2019 a Coleção Dramaturgia Francesa e a Coleção Dramaturgia para Crianças. São aproximadamente 70 autores em mais de 80 títulos lançados.

Ficha Técnica
Coleção Coleção Dramaturgia Espanhola
Autora Gracia Morales
Tradutor Gilberto Gawronski
Idioma Português
Páginas 88
ISBN 9788560965847
Capa Radiográfico
Encadernação Brochura
Formato 13 x 19 cm
Ano 2015

NN12
NN12
NN12

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: