Antonio Dias

Antonio Dias nasceu em 1944, em Campina Grande, Paraíba. Em 1957, mudou-se para
o Rio de Janeiro, mas desde 1976 vive entre a Europa e o Brasil, no Rio de Janeiro. Seu trabalho sempre foi baseado na incorporação paulatina de novas técnicas e suportes.
Iniciou-se ao estudar com o gravurista Oswaldo Goeldi, ainda na década de 1950. Suas gravuras e pinturas, dotadas de palavras e imagens urbanas típicas de uma arte pop brasileira, aos poucos abriram-se em diversos caminhos que incluem a arte sonora, o desenho, técnicas artesanais de manuseio de papéis, filmes, instalações, esculturas, objetos e fotografia. A questão pictórica, porém, sempre foi uma constante em sua obra, revelando a busca de uma pintura que trabalhe além dos seus registros clássicos. A partir dos anos 1980, Dias abandonou materiais convencionais como a tinta acrílica e passou a utilizar óxido de ferro, grafite, pigmentos metálicos, ouro, borracha, gesso acrílico e outros elementos sobre cartões, papéis de seda, latão, ferro, madeira, papelão. Mesmo quando usa tela, o artista desloca sua função bidimensional em um jogo de volumes e espaços que trata a própria estrutura física da pintura como um elemento a mais na construção da visualidade de sua obra.

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: