Trabalhos de amores quase perdidos

R$ 32,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

Trabalhos de amores quase perdidos, escrita e dirigida por Pedro Brício, fala sobre o amor e suas transformações, e evoca, por meio de jogos cênicos e histórias entrelaçadas, a dificuldade de verbalização dos sentimentos e a importância do olhar do outro para a construção da identidade.

Sobre o autor
Pedro Brício (Rio de Janeiro, Brasil, 1972) é dramaturgo, diretor e ator. Estudou cinema na Universidade Federal Fluminense (UFF) e é mestre em teatro pela UNIRIO. Cursou a Desmond Jones School of Mime, em Londres, a Scuola Internazionale dell’attore Comico, em Milão, e a École Philippe Gaulier, novamente em Londres. Dentre as peças que escreveu, estão A incrível confeitaria do Sr. Pellica (2005), pela qual ganhou o Prêmio Shell de melhor autor; Cine-Teatro Limite (2008), pela qual ganhou o Prêmio Contigo; Me salve, musical! (2010), Breu (2012) e A Outra Cidade (2013), pela qual ganhou o Prêmio Questão de Crítica. Como diretor, encenou textos de Samuel Beckett, Edward Albee, Rafael Spregelburd, Patrícia Melo e Hilda Hilst.

Sobre a coleção
A Coleção Dramaturgia publica, desde 2012, textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. Os livros ajudam a construir a memória do teatro do nosso tempo, marcando um novo registro do cenário da dramaturgia contemporânea. Em 2015, a Cobogó lançou ainda a Coleção Dramaturgia Espanhola e em 2019 a Coleção Dramaturgia Francesa e a Coleção Dramaturgia para Crianças. São aproximadamente 70 autores em mais de 80 títulos lançados.

Ficha Técnica
Coleção Coleção Dramaturgia
Autor Pedro Brício
Idioma Português
Páginas 108
ISBN 9788560965274
Encadernação Brochura
Formato 13 x 19 cm
Ano 2012

Trabalhos de amores quase perdidos
Trabalhos de amores quase perdidos
Trabalhos de amores quase perdidos

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: