Sísifo

R$ 40,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

O ator. O ator num lugar entre outros dois lugares. O ator sobre uma rampa. O ator sobre uma linha reta. Dentro desta linha reta, todas as travessias do mundo. Dentro deste mundo, um mundo de travessias. É sobre o tempo. É sobre o absurdo e a maravilha de estar vivo aqui e agora. É gif. É meme. É videogame, e o jogador está preso numa mesma fase. É um país preso nas mesmas contradições. É a eterna escalada ao topo da montanha. É pau, é pedra, é o fim do caminho. E o começo do caminho uma vez mais. São sessenta travessias. Só se tem o ponto de partida e o ponto de chegada: como se preenche esse percurso? É uma metáfora para a vida. É a vida em si mesma. É este o jogo.

A travessia talvez seja a grande protagonista de Sísifo. Inspirado no mito grego – do homem que carrega diariamente sua pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo –, o texto escrito por Gregorio Duvivier e Vinicius Calderoni parte da mitologia até o caótico mundo hiperconectado dos memes e dos gifs, do Brasil das contradições, do absurdo e dos recomeços.

Sobre o palco, um ator e uma rampa. O ator caminha da extremidade inferior à extremidade superior da rampa. Quando conclui esse percurso, salta. E recomeça o mesmo traçado. E outra vez. E outra. Sempre assim. A seguir, sessenta maneiras de percorrer um mesmo caminho.

Sobre os autores
Gregorio Duvivier nasceu em 1986, no Rio de Janeiro. É ator, escritor, roteirista e forma o time de sócios-fundadores do Porta dos Fundos, criado em 2012. No teatro, integrou os espetáculos Z.É. - Zenas Emprovisadas (2003); Uma noite na Lua (2013), que lhe rendeu o Prêmio APTR de Melhor Ator; e Portátil (2014). No cinema, fez parte do elenco de Apenas o fim (2008); 5x Favela – Agora por nós mesmos (2010); Vai que dá certo (2013); e A vida invisível (2019). Entre seus trabalhos na televisão, estão as séries O Fantástico mundo de Gregório (Multishow); Portátil (Comedy Central) e Se beber, não ceie (Netflix). Em 2017, estreou o programa de opinião e humor político Greg News, na HBO. É autor dos livros A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora; Ligue os pontos – poemas de amor e big bang; Put Some Farofa; e Percatempos – Tudo que faço quando não sei o que fazer, além de assinar uma coluna semanal no jornal A Folha de São Paulo.

Vinicius Calderoni nasceu em 1985, em São Paulo. É dramaturgo, diretor, compositor, músico, roteirista e ator. Em 2010, com Rafael Gomes, fundou a Cia. Empório de Teatro Sortido. No teatro, escreveu e dirigiu Não nem nada (2014); Ãrrã (2015), pela qual recebeu o Prêmio Shell de melhor autor; e Chorume (2017). Escreveu e atuou em Os arqueólogos (2016), que lhe rendeu o prêmio APCA de melhor autor. Também escreveu o musical Elza (2018), sobre Elza Soares, que lhe rendeu os prêmios APCA, Reverência e Bibi Ferreira de Melhor Autor, e os espetáculos infantis Lá dentro tem coisa (2017), em parceria com Adriana Falcão e Rafael Gomes, e Mas por quê?! – A história de Elvis (2015), junto com Rafael Gomes. Na televisão, foi roteirista dos programas De perto ninguém é normal (GNT) e Massaroca (TV Cultura).

Sobre a coleção
A Coleção Dramaturgia publica, desde 2012, textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. Os livros ajudam a construir a memória do teatro do nosso tempo, marcando um novo registro do cenário da dramaturgia contemporânea. Em 2015, a Cobogó lançou ainda a Coleção Dramaturgia Espanhola e em 2019 a Coleção Dramaturgia Francesa e a Coleção Dramaturgia para Crianças. São aproximadamente 70 autores em mais de 80 títulos lançados.

Ficha Técnica
Coleção Coleção Dramaturgia
Autores Gregorio Duvivier, Vinicius Calderoni
Idioma Português
Páginas 112
ISBN 9788555911057
Capa Beto Martins
Encadernação Brochura
Formato 13 x 19 cm
Ano 2020

Sísifo | Sisyphus
Sísifo | Sisyphus
Sísifo | Sisyphus
Sísifo | Sisyphus
Sísifo | Sisyphus
Sísifo | Sisyphus

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: