Insetos

R$ 40,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

Cigarra, gafanhoto, barata, louva-a-deus, besouro, mariposa, borboleta, mosquito, cupim, mosca e formiga. Em Insetos, Jô Bilac dá voz aos bichos para tratar de questões sociais e políticas contemporâneas. Como uma fábula, através de uma grande polifonia de diferentes insetos, o texto muito bem-humorado traça paralelos entre a natureza e os dilemas humanos, revelando comportamentos coletivos e individuais. Ao longo das cenas, convivência, medo e manipulação tornam o colapso evidente. A peça com o texto inédito de Jô Bilac, adaptado pela Cia. dos Atores e pelo diretor Rodrigo Portella, marca os 30 anos de atividade do grupo carioca. “Usamos desequilíbrios da natureza como espelho da sociedade”, diz Cesar Augusto, um dos fundadores da companhia. Este livro apresenta os dois textos lado a lado para que o leitor possa acompanhar o movimento dos insetos voando pelas páginas na adaptação feita para o espetáculo no palco.

Sobre o autor
Jô Bilac nasceu em 1985 no Rio de Janeiro. Em 2006, formou-se pela Escola de Teatro Martins Pena. É autor premiado de várias peças e um dos criadores da série Segunda chamada (prêmio APCA de melhor série 2019), adaptação de sua peça Conselho de classe, publicada pela Editora Cobogó, para a TV. É autor das peças Infância, tiros e plumas e Os mamutes, esta premiada no Cesgranrio, Festival Internacional de Teatro, Shell, APTR e Aplauso Brasil 2019. As duas também fazem parte da Coleção Dramaturgia da Cobogó. Além destas, escreveu Savana glacial (Prêmio Shell), Fluxorama (indicada ao APCA), Beije minha lápide (indicada aos prêmios Shell, APTR e Cesgranrio), Pi – Panorâmica insana (Prêmio APCA) e Vênus Flytrap (Prêmio Performing Arts London), todas encenadas em cidades brasileiras e do exterior, como Bogotá, Londres, Nova York, Paris, Bolonha, Lisboa e Estocolmo. Seus textos foram publicados em diversos países da Europa, e América Latina. A peça Fluxorama foi editada pela Yale University, nos Estados Unidos. Bilac foi também curador de teatros no Rio de Janeiro, e atualmente é integrante da Cia Teatro Independente. Considerado um dos expoentes da nova dramaturgia brasileira, foi indicado ao prêmio Faz Diferença, do jornal O Globo, como personalidade do teatro em 2011 e 2013.

Sobre a companhia
Criada em 1988, a Cia. dos Atores é atualmente formada por Cesar Augusto, Gustavo Gasparani, Marcelo Olinto, Marcelo Valle, Susana Ribeiro e Bel Garcia (in memoriam). Com mais de 20 peças montadas, diversos prêmios e uma carreira nacional e internacional consolidada, a Cia. dos Atores firmou um caminho de pesquisa e renovação permanentes. Após a montagem do premiado espetáculo Conselho de classe, também, escrito por Jô Bilac, Insetos vem comemorar os 30 anos do grupo.

Sobre a coleção
A Coleção Dramaturgia publica, desde 2012, textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. Os livros ajudam a construir a memória do teatro do nosso tempo, marcando um novo registro do cenário da dramaturgia contemporânea. Em 2015, a Cobogó lançou ainda a Coleção Dramaturgia Espanhola e em 2019 a Coleção Dramaturgia Francesa e a Coleção Dramaturgia para Crianças. São aproximadamente 70 autores em mais de 80 títulos lançados.

Ficha Técnica
Coleção Coleção Dramaturgia
Autor Jô Bilac
Companhia Cia. dos Atores
Idioma Português
Páginas 184
ISBN 9788555910593
Encadernação Brochura
Formato 13 x 19 cm
Ano 2018

Insetos | Insects
Insetos | Insects
Insetos | Insects

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: