Peter Pál Pelbart

Peter Pál Pelbart nasceu em 1956, em Budapeste, na Hungria. É filósofo, ensaísta, professor e tradutor. Mora atualmente em São Paulo. Formado em Filosofia pela Universidade Paris IV (Sorbonne), com doutorado pela Universidade de São Paulo (USP) sobre o tempo na obra do filósofo francês Gilles Deleuze (1926-1995), é professor titular no Departamento de Filosofia da PUC-SP. Traduziu para o português diversas obras de Deleuze, entre elas Conversações, crítica e clínica e parte de Mil platôs. É autor de livros sobre vários temas contemporâneos, incluindo A vertigem por um fio: Políticas da subjetividade contemporânea (Iluminuras, 2000) e Vida capital (Iluminuras, 2003). Escreveu também um livro sobre a relação entre filosofia e loucura, Da clausura do fora ao fora da clausura: Loucura e desrazão (Brasiliense, 1989), em que afirma que a loucura do louco passou a ser considerada a loucura do homem em geral. Em A nau do tempo-rei (Imago, 1993), explora os conceitos de Deleuze-Guattari, que inauguraram a trilha do pensamento nas adjacências da esquizofrenia. Em 2011, fundou a n-1 edições, com Ricardo Muniz Fernandes, para publicação de livros-objeto numa área transdisciplinar, entre a filosofia, o teatro, a estética, a literatura, a antropologia e a política, abordando temas contemporâneos. Mais recentemente, em 2017, lançou nova edição de O avesso do niilismo – Cartografias do esgotamento (n-1 edições, 2013), em que fala de niilismo e de biopolítica, a definição de Michel Foucault para uma forma mais sofisticada de exercício do poder na contemporaneidade. É membro da Cia. Teatral Ueinzz, formada por pacientes ditos psiquiátricos.

Livros

peter-pal-pelbart

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: