Lisette Lagnado

Lisette Lagnado (1961, Kinshasa, Congo) vive em São Paulo desde 1975. É pesquisadora, crítica e curadora de arte. Foi coeditora das revistas Arte em São Paulo (anos 1980) e Trópico (2001-10). De 1993 a 1995, fundou e coordenou o Projeto Leonilson, que resultou na retrospectiva e no livro Leonilson – São tantas as verdades. Foi curadora da 27ª Bienal de São Paulo (2006), da exposição Desvíos de la Deriva (Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, Madri, 2010) e do 33º Panorama do Museu de Arte Moderna de São Paulo (2013), entre outras mostras. Dirigiu a Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro até março de 2017. Em 2015, organizou o livro O que é uma escola livre?, lançado pela editora Cobogó, como parte das comemorações pelos 40 anos da Escola. Lagnado foi também cocuradora da 11ª Bienal de Arte de Berlim, em 2020.

lisette-lagnado

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: