Édouard Glissant

Édouard Glissant foi poeta, filósofo e romancista, autor de uma obra extensa que inclui ensaios filosóficos, romances, poesia e teatro. Nasceu em 1928 em Sainte-Marie, na Martinica, e faleceu em 2011 em Paris. Na juventude, Glissant foi discípulo do poeta Aimé Césaire, seu conterrâneo e fundador do movimento da negritude. Em 1946, iniciou, em Paris, os estudos em filosofia, na Sorbonne, e em etnografia, no Musée de l’Homme. A partir dos anos 1950, engajou-se em movimentos pela descolonização juntamente com escritores como Frantz Fanon e René Depestre, tendo assinado, em 1960, o Manifesto dos 121, em apoio à independência da Argélia. Como ficcionista, lançou oito romances, entre eles La Lézarde (1953), pelo qual recebeu o Prêmio Renaudot. Escreveu inúmeros livros de ensaio como Poética da relação (1990). Teve uma sólida carreira universitária nos Estados Unidos e desenvolveu importantes atividades na Unesco. Glissant foi um pensador incansável dos efeitos da colonização, um homem engajado e um inventor de imaginários.

Livros

Conversas do arquipélago | Archipelago Conversations LANÇAMENTO
edouard-glissant

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Qual seu gênero?

Áreas de Interesse:

Quais:

Editora Cobogó usa cookies para personalizar a comunicação e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.