Cinthia Marcelle

Cinthia Marcelle nasceu em 1974, em Belo Horizonte, vive e trabalha em São Paulo. Graduou-se em Belas-Artes na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Desde o início de sua trajetória, se interessou por diferentes processos artísticos, buscando a matéria-prima de seu trabalho nas relações sociais e no caos cotidiano. Seu método parte da observação e reflexão sobre as relações entre as pessoas e as coisas, criando intervenções que sugerem novos arranjos, circuitos e sistemas. Artista multimídia, produz instalações, desenho, fotografia e vídeo, além de parceria com outros artistas e projetos coletivos, práticas recorrentes do seu processo. Em 2017, Marcelle foi escolhida para ocupar o Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza com a instalação Chão de caça, pela qual recebeu menção honrosa. Suas obras têm sido vista mundo afora, como na Bienal de Istambul, em 2013; Bienal de Sharjah, em 2013 e 2015; Trienal do New Museum, em Nova York, em 2012; Bienal de São Paulo, em 2010, e a Bienal de Havana, em 2006. Em 2018, apresentou a exposição Fonte 193/475 Volver, no Parque Lage, no Rio de Janeiro, e Family in Disorder: Truth or Dare, no Modern Art Oxford (MAO), em Oxford, na Inglaterra. Em 2016, apresentou a instalação A educação pela pedra, na Duplex Gallery do PS1, em Nova York, e, em 2012, o projeto No Lone Zone, na Tate Modern, em Londres. Sua obra está presente em importantes coleções, como Museum of Modern Art (MoMA), em Nova York; Instituto Inhotim, em Brumadinho; Pinchuk Foundation, em Kiev; Coleção François Pinault, em Paris; Daros Foundation, em Hurden; Coleção Gilberto Chateaubriand, no Rio de Janeiro; Coleção Cisneros, em Miami; Museu de Arte de São Paulo (Masp), em São Paulo; e Jameel Art Center, em Dubai.

Livros

cinthia-marcelle

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: