Bárbara Wagner

Bárbara Wagner nasceu em 1980, em Brasília. Formou-se em Comunicação Social pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em 2011, concluiu o mestrado em Belas-Artes pelo Instituto de Arte Holandês de Arnhem (DAI), na Holanda. Atua junto com Benjamin de Burca desde 2011. Os artistas desenvolvem uma prática colaborativa na qual as decisões são tomadas em conjunto entre a dupla e os artistas por eles retratados. Seus filmes tomam a forma de musicais que desafiam as convenções de gênero na medida em que as dimensões ficcionais e documentais se tornam híbridas, instaurando um terceiro território de linguagem. A pesquisa artística da dupla parte do conceito de cultura popular, reinventando essa noção constituinte da formação do imaginário nacional. Seus filmes são híbridos entre filme etnográfico, ficção e musical, e abordam questões de gênero, raça, poder e classe em meio a música e dança. Em 2019, Swinguerra ocupou o Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza. No mesmo ano, inauguraram as exposições individuais You Are Seeing Things – Three Films by Bárbara Wagner & Benjamin de Burca, no Stedelijk Museum, em Amsterdã; e Bárbara Wagner & Benjamin de Burca: RISE, no Museo Jumex, na Cidade do México. Dentre as participações em exposições coletivas, se destacam: Traits d’unions, na Manifesta 13, em Marselha, e Histórias da Dança, no Museu de Arte de São Paulo (Masp), em São Paulo, ambas em 2020; e Nordeste, no Sesc 24 de Maio, em São Paulo, em 2019. Suas obras estão presentes em diversas coleções, como a Kadist Art Foundation, em Paris; Museu de Arte de São Paulo (Masp) e Museu de Arte Moderna (MAM-SP), em São Paulo; Museu de Arte Moderna (MAM-Rio) e Museu de Arte do Rio (MAR), no Rio de Janeiro; Pérez Art Museum e CIFO – The Ella Fontanals Cisneros Collection, em Miami; The Arts Council Collection, em Dublin; DSM, em Heerlen.

Livros

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: