Ruy Guerra

Ruy Guerra nasceu em 1931, em Moçambique. Aos 20 anos, mudou-se para Paris, onde se formou cineasta no Institut des Hautes Études Cinématographiques (Idhec). Além de cineasta, é também ator, letrista, roteirista, dramaturgo e professor. Em 1958, desembarcou no Rio de Janeiro e adotou o Brasil como seu país. Ruy Guerra ficou conhecido no cenário cinematográfico mundial com seus dois primeiros filmes, Os cafajestes (1962) e Os fuzis (1964), este vencedor do Urso de Prata de Berlim. Foi o primeiro cineasta do grupo do Cinema Novo a filmar fora do Brasil. Entre os filmes que dirigiu, estão Erêndira (1983), com roteiro de Gabriel García Márquez, baseado no conto do colombiano, indicado a melhor diretor do Palma de Ouro, no Festival de Cannes, em 1984. Ruy Guerra foi parceiro letrista de músicos como Edu Lobo, Francis Hime, Sérgio Ricardo, Milton Nascimento e Chico Buarque. Com Chico, escreveu Calabar: o elogio da traição, proibido pela censura da ditadura militar em 1973, e filmou o musical A ópera do malandro, em 1985. Também dirigiu o filme Estorvo (2000), baseado no romance homônimo de Chico Buarque, com o qual venceu o prêmio de Melhor Diretor do Huelva Latin America Film Festival (2000) e da Associação Paulista de Críticos de Arte (2001). Foi autor de diversos livros de poesia e de crônicas para o jornal O Estado de S. Paulo. Em 2017, aos 86 anos, teve sua biografia publicada no livro Ruy Guerra – Paixão escancarada, de autoria de Vavy Pacheco Borges, com cronologia “vida e obra”, filmografia, acervos e fotos. Entre seus trabalhos mais recentes, destaca-se a direção de Quase memória (2014), baseado no romance de Heitor Coni.

ruy-guerra

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: