Paloma Bosquê: Matéria

R$ 140,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

O trabalho de Paloma Bosquê parte da investigação da matéria em transformação e de sua dimensão tátil – textura, densidade, equilíbrio – para combinar elementos orgânicos e inorgânicos em formas e signos que questionam os limites entre o natural e o artificial. Realizadas a partir de materiais como pedra, gesso, lã, fibra de algodão, cera de abelha, tripa de colágeno e metais diversos, as esculturas e colagens de Bosquê são a base do livro Matéria. A edição bilíngue traz, além de imagens das obras da artista, um ensaio da curadora e escritora colombiana Catalina Lozano e uma conversa da curadora paulista Fernanda Brenner com a artista.

Na entrevista a Fernanda Brenner, a artista explica que da dimensão tátil lhe interessa o que é tangível: a corporeidade como a parte apreensível do mundo. Para ela, a materialidade dos corpos nos oferece um vislumbre do mistério que nos constitui.

A publicação apresenta ainda, ao longo das páginas, textos curtos de autoria da artista, que dialogam com suas obras. Ao longo de 2020, a mudança de ritmo imposta pela pandemia fez Paloma Bosquê se debruçar sobre alguns escritos antigos, escrever novos e se dedicar a organizá-los. Para Catalina Lozano, a obra de Paloma escapa à legibilidade, se dirigindo a outras funções do nosso corpo, mas “a fluidez de sua linguagem escrita corre paralelamente às maneiras como suas obras tomam forma, crescem, criam um espaço ou se misturam umas às outras”.

Sobre a artista
Paloma Bosquê nasceu em Garça, interior de São Paulo, em 1982. Sua prática artística parte da investigação da materialidade para questionar o lugar do visível como elemento definidor da realidade. Em suas esculturas e instalações a matéria funciona como canal de acesso para uma dimensão que se encontra para além da linguagem. Suas exposições recentes incluem noite não noite sim, Mendes Wood DM, São Paulo (2020), Dark Matter, Blum and Poe, Tóquio (2020), In the Hot Sun of a Christmas Day, Mendes Wood DM, Nova York (2019), Inventário, Mendes Wood DM, Bruxelas (2018), O Oco e a Emenda, Museu da cidade, Lisboa (2017), Campo, Mendes Wood DM, São Paulo (2016) e O Incômodo, Pivô, São Paulo (2015).

Sobre as autoras
Catalina Lozano nasceu em Bogotá, em 1979. É pesquisadora e curadora independente, vive na cidade do México. A análise de narrativas coloniais e a desconstrução da divisão moderna entre natureza e cultura são pontos de partida para muitos de seus projetos curatoriais e editoriais recentes. É diretora de programas da Kadist na América Latina.

Fernanda Brenner nasceu em São Paulo, em 1986. É curadora e escritora. Fundadora e diretora artística do Pivô, em São Paulo, espaço expositivo em que trabalha com artistas de diversos contextos e gerações promovendo exposições, projetos comissionados e residências artísticas. É também editora colaboradora da revista Frieze e consultora para América Latina da Kadist, em São Francisco e Paris.

Ficha Técnica
Artista Paloma Bosquê
Autoras Catalina Lozano e Fernanda Brenner
Tradução Adriana Francisco e Julia de Souza
Idioma Bilíngue (português/inglês)
Páginas 200
ISBN 9786556910536
Projeto gráfico Studio Temp
Encadernação Brochura
Formato 17 x 24 cm
Ano 2022

Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria
Paloma Bosquê: Matéria

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: