Amir Haddad de todos os teatros

R$ 58,00

Obrigado! Enviado com sucesso.

Problema ao enviar, tente novamente.

Amir Haddad de todos os teatros faz um compêndio do pensamento e dos ensinamentos de um dos grandes mestres do teatro brasileiro, dimensionando seu legado e trajetória. Artista com identidade própria, Amir, fundador do grupo Tá na Rua, é porta-voz de uma arte que se libertou do espaço convencional do teatro e se aproximou do povo nas ruas, integrando as artes cênicas aos cenários urbanos – criando, com isso, um teatro tão inovador quanto político. “Liberdade” é a palavra que melhor define o seu trabalho: ao longo de mais de seis décadas, Amir foi capaz de se conectar com desenvoltura e habilidade aos mais variados formatos e propostas. O livro é organizado pelos atores e diretores Claudio Mendes e Gustavo Gasparani a partir de pesquisas no acervo de Amir Haddad, contando também com um texto do crítico, professor e jornalista Daniel Schenker sobre a carreira do artista e sua contribuição para cena teatral brasileira.

Amir Haddad salta das páginas com textos construídos a partir dos depoimentos colhidos pelos organizadores. Primeiro vem um convite à sala de ensaio, onde o professor e diretor desenvolve a prática da arte teatral: ler um texto, dissecá-lo, interpretar e reinterpretar, errar para acertar. Como um ator, o leitor entra em contato com frases e conceitos preciosos. Em seguida, Amir expõe seu pensamento sobre Arte Pública, conceito que desenvolveu ao longo dos anos. Trata-se de uma concepção única do fazer teatral, liberto do espaço institucional para ganhar o espaço da esfera pública, das ruas e das praças, estreitando a relação com a plateia, na contramão de um teatro convencional.

Amir Haddad de todos os teatros, título escolhido pelo próprio Amir, materializa com sabor e precisão uma maneira única de se fazer e se pensar o teatro. São lições de arte e lições de vida.

Sobre o autor
Amir Haddad nasceu em Guaxupé, Minas Gerais, em 1937. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. É ator, diretor e professor de teatro. Em 1958, juntamente com Zé Celso Martinez Corrêa e Renato Borghi, foi um dos fundadores do Teatro Oficina, do qual se desligou em 1961. Por seus trabalhos como ator e diretor recebeu inúmeros prêmios dentre os quais se destacam o Prêmio Molière de Direção Teatral (1968) pela peça A construção, de Altimar Pimentel; o Prêmio Governador do Estado da Guanabara de Teatro de Melhor Diretor (1970) por O marido vai à caça, de Georges Feydeau; o Prêmio Shell na categoria Diretor (1989) por Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, de Oduvaldo Vianna Filho e Ferreira Gullar; o Prêmio Sharp na categoria Diretor (1997) por Mercador de Veneza, de William Shakespeare, entre muitos outros. Em 2006, Amir foi agraciado com o título de Comendador da Ordem do Mérito Cultural e em 2019 recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1980 fundou o Tá Na Rua – com sede no bairro da Lapa, Rio de Janeiro –, grupo com o qual leva a arte do teatro para o espaço comum e aberto das ruas e praças, destacando a importância da arte fruída de forma pública, acessível e seu poder de transformação social, cultural e urbana.

Sobre os organizadores
Gustavo Gasparani é ator, diretor, dramaturgo e fundador da Cia. dos Atores. Por seu trabalho recebeu os principais prêmios de teatro do país, como o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) de melhor ator por Ricardo III (2013), de William Shakespeare. Nos últimos anos desenvolve uma dramaturgia genuinamente brasileira para o nosso teatro musical, realizando espetáculos como Otelo da Mangueira, Samba Futebol Clube, Zeca Pagodinho — Uma história de amor ao samba, Bem sertanejo e SamBRA — 100 anos de samba, entre outros. Tem quatro livros publicados: Em busca de um teatro musical carioca (Imprensa Oficial, 2010), Na Companhia dos Atores (Senac Rio, 2006), As matriarcas da avenida (Novaterra, 2019) e Três poetas do samba-enredo: Compositores que fizeram história no Carnaval (Cobogó, 2021).

Claudio Mendes é ator, diretor, autor e produtor de teatro há 36 anos. É formado pelo Curso de Formação de Atores da Faculdade da Cidade, coordenado por Bia Lessa. Tem mais de 70 espetáculos realizados, e seu currículo traz parcerias com nomes como Amir Haddad, Aderbal Freire-Filho e André Paes Leme. No cinema trabalhou com Arnaldo Jabor, Julio Bressane, Zelito Viana, Silvio Tendler. Na TV participou de uma longa lista de programas e séries, trabalhando com nomes como Carlos Manga, Roberto Thalma, Luiz Fernando Carvalho. Por seu trabalho em cinema e teatro recebeu inúmeras indicações e prêmios como o prêmio APTR (Associação dos Produtores de Teatro) de Melhor Ator Coadjuvante por Agosto (2018), entre outros.

Sobre o autor do capítulo 1
Daniel Schenker é pós-doutorando em Artes Cênicas pela UniRio e Bacharel em Comunicação Social pela Faculdade da Cidade. Trabalha como professor de História do Teatro da Faculdade CAL (Casa de Artes de Laranjeiras) de Artes Cênicas. Integra as comissões dos prêmios de teatro da APTR, Cesgranrio e Questão de Crítica. É crítico de cinema do jornal O Globo e de teatro do blog danielschenker.wordpress.com. Exerceu as atividades de repórter e crítico em diversos jornais e revistas: Jornal do Brasil, O Estado de S.Paulo, Tribuna da Imprensa, Jornal do Commercio, Bravo!, Isto é Gente e Revista de Teatro da Sbat. É autor do livro Teatro dos 4 – A cerimônia do adeus do teatro moderno.

Ficha Técnica
Autor Amir Haddad
Organizadores Claudio Mendes e Gustavo Gasparani
Idioma Português
Número de páginas 176
ISBN 978-65-5691-069-7
Capa Bloco Gráfico
Encadernação Brochura
Formato 14 x 21 cm
Ano de publicação 2022

Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros
Amir Haddad de todos os teatros

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: