Artur Barrio

Nascido no Porto em 1945, Artur Barrio se mudou para o Rio de Janeiro em 1955, onde vive e trabalha atualmente. Em 1967, ingressou na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro e no mesmo ano realizou sua primeira exposição, Desenhos, na Galeria Gemini. No final da década de 1960, Barrio começou a explorar novos materiais e apresentou instalações com dejetos, papéis, carnes em intervenções urbanas. Em 1970, Artur Barrio apresentou um Manifesto contra o júri no II Salão de Verão do MAM, no Rio de Janeiro. No mesmo ano, realizou a exposição Information, no MoMA de Nova York e a mostra Do corpo à terra, em Belo Horizonte, sempre documentando seus trabalhos por meio de fotografias, de seu diário de bordo e de filmes super-8. Em 1974, Artur Barrio regressou a Portugal, durante a Revolução dos Cravos, e no ano seguinte se mudou para Paris, onde trabalhou junto à Cooperativa de Arte Experimental Cairn. Durante a década de 1980, residiu alternadamente em Amsterdã, Paris e Rio e participou das Bienais de São Paulo de 1981, 1982 e 1983. Realizou exposições individuais no Centre Pompidou de Paris (1991), no Miami Art Museum (1996), no Museum of Contemporary Art de Tóquio (1998), entre outros. Em 2002, participou da Documenta 12 de Kassel. Em 2011, foi convidado a representar o Brasil na 54a Bienal de Veneza.

artur-barrio

Nome:

Email:

Estado:

Cidade:

Data de nascimento:

/ /

Áreas de Interesse: